Pesquisar este blog

28 de fev de 2011

ACHO A MAIOR GRAÇA



Acho a maior graça.
Tomate previne isso, cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas não exagere...

Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.

Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.
Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais... os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo, faz muito bem!
Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde!
E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada!

Luiz Fernando Veríssimo

TEMPO CERTO PARA TUDO


A lição da Borboleta

Um dia uma pequena abertura pareceu no casulo, um homem sentou e observou a borboleta por várias horas conforme ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco.
Então pareceu que ela parou de fazer qualquer progresso. Parecia que Ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir além. O homem decidiu ajudar a borboleta. Ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo.
A borboleta saiu facilmente, mas seu corpo estava murcho, era pequenino e tinha suas asas amassadas.
O homem continuou a observar a borboleta, porque ele esperava que a qualquer momento as asas dela se abrissem e esticasse para serem capazes de suportar o corpo, que iria se firmar a tempo.
Nada aconteceu!
Na verdade, a borboleta passou o resto de sua vida rastejando, com um corpo murcho e asas encolhidas.
Ela nunca foi capaz de voar.
O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar não compreendia era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura eram o modo para que o fluido do corpo da borboleta fosse para suas asas. Assim, ela estaria pronta para voar, uma vez que estivesse livre do casulo.
Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossas vidas. Se Deus nos permite passar através de nossas vidas sem quaisquer obstáculos, Ele nos deixaria aleijados. Nós não iríamos ser tão fortes como poderíamos ter sido, e nunca poderíamos voar.

27 de fev de 2011

SALMOS



Salmos 23


O Senhor é o meu Pastor, nada me faltará.
Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente às águas tranquilas;
Refrigera a minha alma, guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome,
Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo.
A tua vara e o teu cajado me consolam;
Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos,
unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda;
Certamente que a bondade e a misericórdia
me seguirão todos os dias de minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.



SALMOS 91




Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.
Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,
Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.
Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.
Porqu
Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.
Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,
Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.
Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.
Porque tu, ó SENHOR, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.
Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.
Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.
Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.
Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.
Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.
Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.
Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.


SALMOS 144




Bendito seja o SENHOR, minha rocha, que ensina as minhas mãos para a peleja e os meus dedos para a guerra;
Benignidade minha e fortaleza minha; alto retiro meu e meu libertador és tu; escudo meu, em quem eu confio, e que me sujeita o meu povo.
SENHOR, que é o homem, para que o conheças, e o filho do homem, para que o estimes?
O homem é semelhante à vaidade; os seus dias são como a sombra que passa.
Abaixa, ó SENHOR, os teus céus, e desce; toca os montes, e fumegarão.
Vibra os teus raios e dissipa-os; envia as tuas flechas, e desbarata-os.
Estende as tuas mãos desde o alto; livra-me, e arrebata-me das muitas águas e das mãos dos filhos estranhos,
Cuja boca fala vaidade, e a sua mão direita é a destra de falsidade.
A ti, ó Deus, cantarei um cântico novo; com o saltério e instrumento de dez cordas te cantarei louvores;
A ti, que dás a salvação aos reis, e que livras a Davi, teu servo, da espada maligna.
Livra-me, e tira-me das mãos dos filhos estranhos, cuja boca fala vaidade, e a sua mão direita é a destra de iniqüidade,
Para que nossos filhos sejam como plantas crescidas na sua mocidade; para que as nossas filhas sejam como pedras de esquina lavradas à moda de palácio;
Para que as nossas dispensas se encham de todo provimento; para que os nossos rebanhos produzam a milhares e a dezenas de milhares nas nossas ruas.
Para que os nossos bois sejam fortes para o trabalho; para que não haja nem assaltos, nem saídas, nem gritos nas nossas ruas.
Bem-aventurado o povo ao qual assim acontece; bem-aventurado é o povo cujo Deus é o SENHOR.


SALMOS 127


Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.
Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá ele aos seus amados o sono.
Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre o seu galardão.
Como flechas na mão de um homem poderoso, assim são os filhos da mocidade.
Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava; não serão confundidos, mas falarão com os seus inimigos à porta.

EU PEDI...



Eu pedi força... E Deus me deu dificuldades para me fazer forte
.
Eu pedi sabedoria... E Deus me deu problemas para resolver
.
Eu pedi prosperidade... E Deus me deu cérebro e músculos para trabalhar
.
Eu pedi coragem... E Deus me deu perigos para superar
.
Eu pedi amor... E Deus me deu pessoas com problemas para ajudar
.
Eu pedi favores... E Deus me deu oportunidades
.
Eu não recebi nada do que pedi, mas recebi tudo o que precisava.

LI E GOSTEI




* Uma pessoa correta não é uma pessoa que não erra, mas sim aquela que assume seus erros, aprende com eles e não comete o mesmo erro duas vezes" (Desconhecido)



* Quando o sapato começa a apertar, é hora de tirá-lo, vai sofrer pra que? (|Desconhecido)


* Quando um vento muito forte vem na sua direção, a ponto de te trazer desconforto, feche a porta, vai sofrer pra que? (desconhecido)



* Os gritos começam quando a inteligência vai embora. (Desconhecido)



* A raiva é o vento que apaga a vela da inteligência. (Desconhecido)


* UMA 1/2 VERDADE, EQUIVALE A UMA MENTIRA INTEIRA.
(Rev. Bernardi)


* QUEM MAL LÊ, MAL OUVE, MAL FALA, MAL VÊ (Monteiro Lobato)



* OS BARCOS NOSPORTOS ESTÃO SEGUROS, MAS NÃO É PARA ISTO QUE OS BARCOS FORAM CONSTRUÍDOS. (John Shedd)



* UM APALAVRA DITA A TEMPO VALE MAIS DO QUE UM DISCURSO. (Dinis)


* Barro na pele e solidariedade nas atitudes, sou Jeepeiro ( EMS)



* DEUS PERMITIU A EXISTÊNCIA DAS QUEDAS D'ÁGUAS PARA APRENDERMOS QUANTA FORÇA DE TRABALHO E RENOVAÇÃO PODEMOS EXTRAIR DE NOSSAS PRÓPRIAS QUEDAS.
(William Shakespeare)


 
* QUANDO EU DISSE AO CAROÇO DE LARANJA QUE DENTRO DELE DORMIA UM LARANJAL INTEIRINHO, ELE ME OLHOU ESTUPIDAMENTE INCRÉDULO (Hermógenes)