Pesquisar este blog

3 de abr de 2016

ZONA DE CONFORTO



Por vezes na vida, acabamos por nos escondermos em nossas conchas, nos proteger de questões internas e externas e nos mantemos no casulo do conforto da falta de ação. 
É necessário enfrentamento, atitudes, 
abandonar a nossa zona de conforto.
Encarar o novo, aceitar desafios, ser útil.
Manter se na zona de conforto é manter em atraso a chegada ao destino, seja ele qual for, profissional, pessoal, emocional, espiritual ou sentimental.
As vezes na travessia da vida é necessário 
o silêncio, o manter-se só.
Confesso que esses momentos também nos são necessários, mas é sempre bom estar atento.
Não permanecer por muito tempo neste estado, pois dependendo da situação, a pessoa pode acabar por se manter em estágios mais avançados ainda e partir para uma depressão 
ou estado de indiferença. 
Cauterizando-se numa normalidade nada saudável em suas questões emocionais.
As vezes a própria dor ou raiva, pode ser positiva e te tirar da zona de conforto e fazer com que você enfrente sua vida e encontre se em plena satisfação, alcançando exito em tudo.
Reflita nestas palavras, saia da zona de conforto.

Keila NewQuest

Nenhum comentário:

Postar um comentário